Luísa Sonza é acusada de suposto crime de racismo; advogada negra processa cantora
Notícias

Luísa Sonza é acusada de suposto crime de racismo; advogada negra processa cantora

A cantora Luísa Sonza está envolvida em uma nova polêmica após ser acusada de racismo por Isabel Macedo, mulher negra e advogada que afirma ter sido confundida por uma funcionária da Pousada Zé Maria, localizada no arquipélago de Fernando de Noronha, em Pernambuco. Segundo o processo aberto por Isabel no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, a cantora teria dado um tapa no braço da advogada após supostamente requisitar, em tom ríspido, que Isabel buscasse um copo de água. O fato teria ocorrido durante um evento gastronômico realizado no dia 22 de setembro de 2018, no qual Luísa seria atração musical.

O caso ganhou notoriedade na mídia após ter sido noticiado pelo jornalista Erlan Bastos. Isabel conta que teria pedido para Luísa repetir o que havia falado, e complementa dizendo que a cantora voltou a proferir a mesma frase em tom ríspido. Segundo a acusação, Luísa teria perguntado se a advogada era funcionária do local em um tom de surpresa, como se o acesso a aquele local na condição de cliente não pertencesse à advogada. Há dois processos registrados na Justiça: um deles foi arquivado (e pode ser consultado aqui) pois Isabel havia pedido gratuidade dos encargos processuais e ficou entendido que a advogada teria condições de pagar pelos custos. Dessa forma, Isabel abriu um novo processo na condição de pagar os encargos necessários.

Segundo Luísa Sonza, em comunicado no Twitter, e sua assessoria de imprensa, por meio de nota, as acusações seriam falsas e inverídicas. Além disso, a parte de Luísa diz não ter recebido a notificação judicial do processo em questão.

Luísa Sonza é acusada de suposto crime de racismo; advogada negra processa cantora

Assuntos do Momento ⚡

Topo