Hashtag Pop

Beyoncé é a capa da nova edição da revista Harper’s Bazaar: “Estou em um momento onde já não preciso competir comigo mesma”

Em entrevista exclusive para a revista Harper’s Bazaar, Beyoncé fala sobre vários assuntos e confirma o lançamento de nova música. “Meu desejo é que meus 40 anos sejam divertidos e cheios de liberdade. Quero ter a mesma liberdade que sinto no palco”.

publicado em
Foto: CAMPBELLADDY/Harper’s Bazaar

Contagem regressiva para o aniversário da maior artista viva de todos os tempos: BEYONCÉ! E uma data tão especial quem ganhar o presente são os fãs. Beyoncé é o mais novo rosto na capa da Harper’s Bazaar. Com um ensaio espetacular, Queen B ainda concedeu uma entrevista exclusiva para o veículo e falou sobre diversos pontos da carreira, abordando os dias em isolamento, além de confirmar o lançamento de música nova para breve.

Confira alguns pontos da entrevista:

No próximo dia 4 de setembro, Beyoncé completa 40 anos. Para ela, nesta nova etapa da vida o desejo é ser tão livre quanto é nos palcos, desfrutando da companhia dos filhos e do marido Jay Z e dar amor para às pessoas que a amam.

“Meu desejo é que meus 40 anos sejam divertidos e cheios de liberdade. Quero ter a mesma liberdade que sinto no palco. Quero explorar aspectos de mim mesma que não tive tempo de descobrir e desfrutar da companhia do meu marido e meus filhos. Quero viajar sem trabalhar. Quero que a próxima década seja sobre celebração, alegria e dar e receber amor. Quero dar todo o amor que tenho às pessoas que me amam de volta”, disse.

Diante da pandemia do COVID-19, Beyoncé esteve reclusa, mas sem abandonar o trabalho. A artista revelou para a Harper’s Bazaar que está em estúdio há um ano e meio. Segundo Queen B, a emoção de trabalhar com a música é a mesma de quando ela tinha apenas 9 anos.

“Com todo o isolamento e injustiça que presenciamos no ano passado, acho que estamos todos prontos para fugir, viajar, amar e rir novamente. Sinto um renascimento emergindo e quero participar da criação dessa fuga de todas as maneiras possíveis. Estou em estúdio há um ano e meio. Às vezes, leva um ano para pesquisar pessoalmente entre milhares de sons para encontrar o que quero. Um refrão pode ter até 200 harmonias. Ainda assim, não há nada como a quantidade de amor, paixão e cura que sinto quando estou em um estúdio de gravação. Depois de 31 anos, é tão emocionante quanto quando eu tinha nove anos, afirma.

E, é claro, que Bey não deixaria os fãs sem notícias de um novo single. Segundo a artista, uma nova música será lançada em breve: Sim, a música está chegando”.

Beyoncé não segue regras. Ela faz as regras! Para ela, o desejo é mostrar para as pessoas que todos podem se divertir e ter um propósito, mantendo o respeito mesmo que você fale o que pensa.

“Quero mostrar que você pode se divertir e ter um propósito, ser respeitoso e falar o que pensa. Você pode ser elegante e provocador. Você pode ter curvas e ainda ser um ícone da moda. Desejo essa liberdade para todas as pessoas. Eu paguei minhas dívidas e segui todas as regras por décadas, então agora posso quebrar as regras que precisam ser quebradas. Meu desejo para o futuro é continuar a fazer tudo que todos pensam que não posso fazer”, comenta.

Foto: CAMPBELLADDY/Harper’s Bazaar
Foto: CAMPBELLADDY/Harper’s Bazaar

E sobre passado Beyoncé declara que não tem interesse em olhar para trás: “Estou em um momento onde já não preciso competir comigo mesma. Não tenho nenhum interesse em olhar para trás. Passado é passado”.

Recentemente, Beyoncé lançou uma nova coleção com a Adidas. Intitulada “IVY PARK RODEO”, as peças são inspiradas na estética e influência dos negros na cultura country americana. Para a revista, a artista comentou sobre o projeto.

“Eu cresci indo aos rodeios de Houston todos os anos. Foi uma experiência incrível, diversa e multicultural, onde havia diversão para cada membro da família, incluindo ótimas apresentações”, diz Beyoncé.

Em determinado momento da entrevista, Beyoncé relembra um momento de uma reunião onde disseram a ela que uma pesquisa apontou que a beyhive (fã base) não gostava de suas fotos em preto e branco e que para vender precisaria ser um produto em cores.

“Lembro de uma reunião onde me disseram que uma pesquisa descobriu que meus fãs não gostavam das minhas fotos em preto e branco e que eu não venderia se não fosse em cores. Isso foi ridículo. Me irritou que uma agência pudesse ditar o que meus fãs queriam com base em uma pesquisa. A quem eles perguntaram? Como é possível generalizar tanto as pessoas? Esses estudos são precisos? Eles são justos? Todas as pessoas que estou tentando enaltecer e dar destaque estão incluídas? Elas não estão. Estava tão exausta e irritada com essas empresas corporativas que baseei todo o meu projeto seguinte com fotos em preto e branco, incluindo os vídeos de Single Ladies e If I Were a Boy e todas a arte do I Am… Sasha Fierce, que acabou sendo meu maior sucesso comercial até hoje”, revelou.

Confira a entrevista completa.

Aparece na notícia:, ,
Topo