SBT e Silvio Santos censuram jornal 'SBT Brasil' para evitar falar mal de Bolsonaro
Cinema e TV

SBT e Silvio Santos censuram jornal ‘SBT Brasil’ para evitar falar mal de Bolsonaro

O SBT entrou em uma situação complicada após tratar sua equipe de jornalistas com descaso e desrespeito na atitude de cancelar a exibição da edição do SBT Brasil deste sábado, 23 de maio. Já não é a primeira vez que a emissora é acusada de “passar pano” para ações indefensáveis do governo Jair Bolsonaro, mostrando motivação política para suspender ou alterar sua grade de horários e programas, além da linha editorial de seus produtos de comunicação.

Segundo informações da coluna do Mauricio Stycer para o UOL, quatro funcionários da emissora teriam denunciado à imprensa externa sobre a suspensão da exibição do SBT Brasil deste sábado por uma reprise do programa “Triturando”; calando totalmente a voz de jornalistas contratados da empresa.

Ainda segundo a coluna, Silvio Santos, dono da emissora que por vezes promoveu a figura de Bolsonaro e seus filhos nos horários do canal, teria dado a ordem para suspender a edição do programa por ter ouvido reclamações a respeito da edição da última sexta-feira, 23 de maio, na qual repercutiu a gravação ministerial do governo publicitada pelo STF. Na ocasião, Bolsonaro repetiu palavrões por inúmeras vezes, revelou sua vontade de trocar a cúpula de segurança do Rio de Janeiro, disse que faria alterações até mesmo em ministros para beneficiar seus filhos e pessoas próximas, além de mais uma vez ignorar a dimensão da pandemia do novo coronavírus. Além disso, há falas de Damares Alves sobre prender governadores que estão promovendo um combate ao coronavírus mais rigoroso, Abraham Weintraub sobre prender os ministros do STF e Ricardo Salles sobre aproveitar o tempo em que a imprensa fala de coronavírus para evitar a vigilância em ações governamentais.

Uma vez que não há como jornalista algum ignorar os fatos que estão em vídeo e que foram veiculados por todas as emissoras, essa teria sido a decisão do SBT de calar totalmente sua equipe em razão de fazer seu trabalho.

O time de jornalistas da casa, durante à tarde, recebeu a informação de que o telejornal seria substituído pelo programa de fofocas oficial da emissora, sem receber mais explicações. Em um segundo momento, especulou-se de que a grade de horários seria alterada com o jornal indo ao ar às 20h30, precedido pelo Triturando às 19h45, horário regular do “SBT Brasil”.
Por volta das 19h30, entretanto, a equipe de jornal em plantão foi liberada.

O Hashtag Pop tem o dever democrático, como todo veículo de comunicação deveria ter, de defender uma imprensa livre e sem amarras. O nosso veículo se solidariza com os profissionais que foram desrespeitados durante a ação.

SBT e Silvio Santos censuram jornal ‘SBT Brasil’ para evitar falar mal de Bolsonaro
To Top