Doja Cat se pronuncia após ser acusada de racismo: 'Eu sou uma mulher preta'
Rap

Doja Cat se pronuncia após ser acusada de racismo: ‘eu sou uma mulher preta’

Doja Cat se pronuncia após ser acusada de racismo: ‘eu sou uma mulher preta’

começa após a publicidade

Um comentário de Doja Cat em salas de bate-papo em videoconferência deu o que falar. A rapper, que foi acusada de racismo, ainda teve que enfrentar posteriormente acusações de ter chamado Beyoncé de macaca usando a palavra “Beyonkey”, a junção em inglês de Beyoncé com “monkey”.

Nas redes sociais, internautas debateram se o teor do que falou a cantora foi realmente racista. O caso alcançou o primeiro lugar entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Em sua página do Instagram, Doja Cat resolveu falar sobre o assunto. Confira a tradução completa, feita pelo Hashtag Pop:

“Eu quero falar diretamente sobre o que tem acontecido no Twitter.

continua após a publicidade

Eu utilizo salas de bate papo públicas desde criança. Eu não deveria estar em algumas dessas salas, mas eu pessoalmente nunca estive envolvida em conversa racista alguma. Eu peço desculpas a todos que ofendi.

Eu sou uma mulher preta. Metade da minha família é da África do Sul e eu sou muito orgulhosa das minhas origens.

Quanto à minha música antiga que ressurgiu, ela não tem nada a ver com algo além da minha experiência pessoal. Ela foi escrita em resposta a pessoas que ocasionalmente utilizavam esses termos para me ofender. Eu tentei trocar seu significado, mas reconheço que foi uma má decisão em usar o termo na minha música.

Eu entendo minha influência e impacto e estou falando seriamente. Eu amo vocês e me perdoem por desapontar ou machucar cada um de vocês. Esse não é meu personagem, e eu estou determinada em mostrar a todo mundo que estou evoluindo. Obrigado.”

continua após a publicidade

continua após a publicidade

Doja Cat se pronuncia após ser acusada de racismo: ‘eu sou uma mulher preta’
To Top