Hashtag Pop

‘Amarelo: É tudo para ontem’: Emicida é indicado ao Emmy Internacional

Com o documentário “AmarElo: É Tudo Pra Ontem”, Emicida foi indicado ao Emmy Internacional na categoria “Melhor Programação Artística”. Brasil concorre em cinco categorias.

publicado em
Foto: Reprodução/Twitter

O mundo é dele! Foram revelados na manhã desta quinta-feira (23) a lista de indicados ao Emmy Internacional. Na premiação, o Brasil é representado por cinco produções e Emicida, com o documentário “AmarElo: É Tudo Pra Ontem”, está entre os indicados.

A produção do rapper, lançado em parceria com a Netflix, é destaque na categoria “Melhor Programação Artística”. O documentário “AmarElo: É Tudo Pra Ontem” foi lançado em dezembro de 2020. A projeto visual foi produzido pela plataforma de streaming ao lado de Leandro Roque de OliveiraEmicidaFiótiFred Ouro Preto e do coletivo Laboratório Fantasma. O registro documental traz cenas marcantes do show realizado no mês da consciência negra, em 2019, além de revisitar a história do povo negro brasileiro através da arte, da arquitetura e dos movimentos sociais.

“Acordamos indicados ao Emmy!”, escreveu Emicida no Twitter.

Além da obra de Emicida, o Brasil também é representados por produções do Globoplay, indicado em “Melhor Documentário”, por “Cercados”, “Melhor Programa Curto”, por “Diário de um Confinado”, “Melhor Minissérie ou Telefilme”, com “Todas as Mulheres do Mundo”, e o sucesso nacional “Amor de Mãe” foi indicada em “Melhor Telenovela”.

A cerimônia do Emmy Internacional acontece no dia 22 de novembro, em Nova York. A lista completa dos indicados está disponível no Deadline.

Aparece na notícia:, ,
Topo